Porta Ante Porta

O Tempo
Balanço d’oiro
Compasso, chuva, neblina, clarão
Porta ante porta ante porta ante porta

Álgebra transcendente
Elixir contra males d’alma
Esconderijo dos mitos
Invento dos deuses

Estrada, miragem, memória
Sopro, casa, pião

O Tempo
Fluxo do universo
Torrente viva
Antes, agora, depois
Projeto e ilusão

Jorro eterno de fogos solares
Átomos e galáxias
Cambalhota, ciranda, moinho
Pêndulo, roda, prisão
O Tempo.

 

Fotografia: “Viver Évora”, David Freitas (1973)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s