Bibas

Divido a casa
com bibas brancas magrinhas.
Biba é como chamo a lagartixa
esperta, aparecida.

Vivo com elas e lhes sou grato,
por comerem insetos indesejados,
por vigiarem a casa
e me dispensarem companhia silenciosa.

Gosto de vê-las caçar, estrategas,
ligeiras. Na pasmaceira,
conversam comigo.
Reparto com elas a solidão dos dias.

Há também as aranhas mal encaradas,
pelas quais não sinto amizade,
porque sisudas, distantes,
toleradas por capturarem bichos malquistos.

Porém, não me são íntimas, como as bibas
transparentes, sinceras.
Gosto destas bem nutridas.
Deixo-as alimentarem-se, minhas amigas.

Dou-lhes livre trânsito em minha residência
e relevância em minha vida.
Pequeninas e engraçadas,
estas sempre amáveis bibas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s