Garras e Dentes

22. 01. 2001

‪A reação natural ao medo é o ataque
Feras menores avançam sobre as maiores
Ladrões às vezes matam e cavalos se empinam

O mundo ainda será dos felinos
Os caninos também findarão
Depois deles, ratos, baratas e escorpiões
Sobreviveremos até o último ventre feminino parir

O derradeiro felino será uma leoa
De nós, sobrará uma rapariga virgem

Todos temos garras e dentes
Feito os dinossauros e suas mãozinhas
Feito as bestas
Não como os corais do mar e as amebas

O último dos bichos será uma intrépida bactéria
O mundo prescindirá de mãos ou incisivos
nem machos nem fêmeas de qualquer espécie
vida eterna aos grãos de areia

A reação natural ao medo é o ataque
Todos temos garras e dentes.

*Escrito em 2001.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s