A Destruição Se Espalha

Onde quer que o neoliberalismo apareça, mesmo que seja por uma pequena brecha, sentado em banquinho de plástico num enorme salão, ainda que seja por menos de um minuto, ainda que fale baixo em uma festa de arrocha, onde quer que o neoliberalismo apareça a destruição se espalha. Caem pilastras sobre cabeças distraídas, jorram lavas sobre casas de alvenaria. Correntezas de lama monstruosas desabam sobre o berço de um bebê, que dorme.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s